CÚRCUMA PREMIUM 50g MARGO ALIMENTOS

CÚRCUMA OU AÇAFRÃO DA TERRA – 50 gr-  MARGO ALIMENTOS 

O condimento cúrcuma da linha Premium Margo Alimentos é também conhecido como açafrão da terra,  A cúrcuma, açafrão-da-índia, açafrão-da-terra ou tumérico é uma espécie de raiz com propriedades medicinais. Normalmente é usada em forma de pó para temperar carnes ou legumes especialmente na Índia e países do oriente.

Além de ser ter uma grande potencial antioxidante, a cúrcuma também pode ser usada como remédio natural para melhorar problemas gastrointestinais, febre, tratar resfriados e, até, reduzir o colesterol alto. Conheça toda a linha de produtos Premium Margo Alimentos.

Peso: 50gr
Cód Fab: 598
Cód Barras: 7898665110232

CAIXA: 10 UNIDADES

Descrição

CÚRCUMA PREMIUM – 50gr – MARGO ALIMENTOS

Veja aqui neste artigo:

  1. Quem é a Cúrcuma
  2. Propriedades
  3. Benefícios
  4. Quanto e como consumir cúrcuma?
  5. Contraindicações
  6. Cúrcuma e açafrão verdadeiro

1. O que é açafrão

A cúrcuma é uma planta da mesma família do gengibre que apresenta uma série de propriedades medicinais importantes. Ela não deve ser confundida com o açafrão verdadeiro

Essa raiz de cor alaranjada é muito utilizada pelos povos indianos e muito estudada por seus inúmeros benefícios para a saúde.

Além disso, ela está presente em grande parte da alimentação dos brasileiros que a utilizam como especiaria em diversas receitas.

A Cúrcuma pode ser consumida também de outras formas, como a raiz em si e em cápsulas, que garantem todos os benefícios deste superalimento.

O sabor da Cúrcuma é considerado picante e amargo, e a raiz é muito conhecida pela sua ação anti-inflamatória.

2. Propriedades da cúrcuma

A cúrcuma é uma planta rica em compostos químicos importantes, como o óleo essencial e os compostos curcuminoides, que incluem a curcumina, a qual é responsável pela cor característica dos rizomas. Essa planta apresenta valor medicinal bastante conhecido na Ásia. Na medicina chinesa, por exemplo, é utilizada contra icterícia, problemas hepáticos e digestivos. Além disso, acredita-se que a curcumina pode ajudar a combater alguns tipos de câncer, retardar o processo de envelhecimento e combater o mal de Parkinson e o Alzheimer.

A cúrcuma apresenta importantes propriedades farmacológicas, como atividade antioxidante, antimutagênica, anti-inflamatória, antidiarreica, antiescorbútica (combate o escorbuto), hepatoprotetora, antiespamódica (suprime espasmos musculares), imunomoduladora (atua no sistema imunológico), antiagregante (evita a agregação plaquetária), oftalmológica, antiviral, antifúngica e antibacteriana. Além disso, está relacionada com a redução dos níveis de colesterol. Diante de suas propriedades farmacológicas, a cúrcuma atualmente vem sendo usada para diversos problemas de saúde.

3. Benefícios da Cúrcuma

Agora que você já sabe o que é Cúrcuma, vamos falar um pouco sobre as vantagens dela para o seu organismo!

Por conter um grande poder anti-inflamatório, a Cúrcuma pode aumentar a imunidade e prevenir doenças cardíacas, segundo indicam estudos. Confira detalhes:

  • Anti-inflamatória

O principal componente da Cúrcuma é a curcumina, que apresenta potencial anti-inflamatório.

Esta substância é capaz de impedir que uma molécula de dentro do núcleo das células (NF-Kb), que estimula a ação inflamatória do corpo, se alastre a ponto de gerar uma doença inflamatória crônica.

Alguns estudos indicam este benefício da curcumina. Além disso, foram encontradas evidências efetivas como antiparasitária e antiespasmódica.

  • Antioxidante

A Cúrcuma atua também como antioxidante, como refere estudo, combatendo à ação dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento das células e o desenvolvimento de doenças degenerativas.

Além de evitar a produção destas moléculas, ela também estimula a ação de substâncias antioxidantes do corpo.

Você procura por um alimento com alto poder antioxidante? Então conheça também a Astaxantina, o “antioxidante mais potente da natureza”.

  • Saúde cardíaca

Um estudo em pacientes dislipidêmicos com DM2 indicou que a suplementação com curcuminóides contribuiu para um risco reduzido de eventos cardiovasculares. Leia aqui porque o açafrão faz bem para o coração!

  • Saúde neural

A curcumina, presente na Cúrcuma, estimula o crescimento de novos neurônios, melhora a eficácia do sistema cognitivo e também da memória. Isso sem falar no aumento nos níveis dos neurotransmissores cerebrais serotonina e dopamina — responsáveis por regular muitas funções de nosso organismo, como o humor, sono, o apetite e até a temperatura corporal.

  • Saúde feminina (ciclo menstrual)

Os sintomas da TPM e o desconforto menstrual podem ser amenizados com o consumo da Cúrcuma.

Isso porque a raiz diminui o nível de cortisol e o estresse, além de aumentar as quantidades de estrogênio.

4. Quanto e como consumir cúrcuma?

A Cúrcuma pode ser consumida na sua forma em raiz, em pó ou em cápsulas.

No caso de consumir a raiz inteira, o indicado é uma ou duas rodelas por dia. Já se for consumi-la em pó, a orientação é uma colher de chá ou cerca de cinco gramas.

No caso de consumo em cápsulas — uma opção bastante prática — o indicado é de 2 unidades ao dia, sempre com um copo de água.

5. Contraindicações

A Cúrcuma é um superalimento que não apresenta grandes riscos a saúde quando consumida em doses de até 10g ao dia.

Ela é contraindicada para pessoas com sensibilidade ou alergia a curcumina ou que usam medicamentos que atuam na coagulação sanguínea

6. Cúrcuma e açafrão verdadeiro

A cúrcuma e o açafrão verdadeiro são duas plantas diferentes, entretanto, são bastante confundidas. O açafrão verdadeiro possui nome científico Crocus sativus e pertence à família Iridaceae. A cúrcuma, como já salientado, é da espécie Curcuma longa e pertence à família Zingiberaceae, mesma família do gengibre.

O açafrão verdadeiro é também utilizado como corante, mas este é obtido a partir da flor, e não do caule, como no caso da cúrcuma. O açafrão verdadeiro é um ingrediente extremamente caro. Para se ter uma ideia, o quilo desse produto pode chegar a cerca de 70 mil reais.

 

Leia também: COLORÍFICO