ALHO PICADO COM SAL 300g CHEIRO BOM

ALHO PICADO COM SAL 300g – CHEIRO BOM

O alho picado com sal Cheiro Bom proporciona facilidade e praticidade a todos os amantes da culinária. Ele já vem pronto para ser usado em variados tipos de receitas. O O alho picado com sal Cheiro Bom é muito mais seguro, pois não espirra na panela quente, evitando queimadura com o respingo do óleo. Torne seus pratos muito mais saborosos com o alho triturado Cheiro Bom!

Peso: 300g
Cód Fab: 000584
Cód Barras: 7898958891190

Descrição

ALHO PICADO COM SAL 300g – CHEIRO BOM

O PODER NUTRICIONAL E FUNCIONAL DO ALHO

Atualmente, o poder terapêutico do alho é comprovado cientificamente por inúmeros pesquisadores, inclusive reconhecido pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), uma vez que os inúmeros benefícios à saúde já foram identificados.Atualmente, o poder terapêutico do alho é comprovado cientificamente por inúmeros pesquisadores, inclusive reconhecido pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), uma vez que os inúmeros benefícios à saúde já foram identificados.

Na culinária brasileira, o alho é utilizado como condimento de forma in natura ou em temperos industrializados. Apesar de ser consumido em grande escala, estudos indicam que existem interferências quanto ao tempo de cocção e maneiras adequadas de preparações que garantem integralmente o poder funcional deste alimento.
BENEFÍCIOS: Propriedades nutricionais e efeitos funcionais

Os princípios ativos do alho, favorecem em muitos casos, a redução de fatores de riscos de doenças, aumentando a imunidade, auxilia na decodificação dos órgãos e vísceras e produz efeito antimicrobiano e antioxidante. Isso porque possui substâncias bioativas que previne a ação dos radicais livres.

Os benefícios do alho advêm de substâncias chamadas fotoquímicas, que são compostos sulfurados e não sulfurados que atuam como antioxidantes na proteção contra os radicais livres, moléculas tóxicas associadas ao aparecimento de células cancerígenas, problemas nas articulações no sistema nervoso e o envelhecimento precoce.

Além disso, o alho possui antibióticos naturais, como a alicina e a garlicina – líquido de coloração amarela que aparece quando o alho é mastigado ou cortado por romper as células do bulbo, a qual é responsável pela maior parte das propriedades farmacológicas da planta – que tem ação contra bactérias. Foram identificados mais de 30 componentes do alho com efeito terapêutico.

O mesmo, apresenta atividade antimicrobiana, auxilia o organismo a resistir à invasão de microrganismos e a destruir determinados patógenos. Mostra-se útil nos tratamentos de bactéria e fungos como a cândida albicans, e o vírus do herpes, do sarampo e da gripe, bem como atua contra parasitas gastrointestinais.

Os inúmeros benefícios não acabam por aí! Os compostos sulfurados presentes no alho, são compostos funcionais com propriedades hipocolesterolêmicas, que significa a redução da concentração de LDL (lipoproteína de baixa densidade, chamada de colesterol ruim) e triglicerídeos. Também regula a pressão arterial e melhora a atividade de cicatrização.

A ANVISA, reconhece a função nutricional e regulamenta como uso fitoterápico. Ressalta que não é recomendado para menores de três anos e pessoas acometidas com problemas de gastrite, úlceras, hipotensão, hipoglicemia e os que fazem uso de anticoagulantes.
Recomendações de consumo

Para a redução da pressão arterial sistêmica e colesterol total, a ingestão seja de no mínimo de 6g a 9g (um dente de alho/dia). O consumo regular do alho na quantidade de 8g/dia (um dente grande), favorece o bom funcionamento do sistema imunológico, aumenta o colesterol HDL, combate bactérias e vírus, previne a aterosclerose e câncer, reduz a glicemia sanguínea e o colesterol LDL e consequentemente o risco de infarto. Tanto o Ministério da Saúde do Canadá e a Comissão e a Agência Federal Alemã de Saúde, sugerem a ingestão de 4g de alho cru ou 8mg de óleos essenciais para a prevenção de fatores de risco cardiovascular.

Na resolução RDC nº 17, de 24 de fevereiro de 2000, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, recomenda o consumo do alho macerado duas vezes ao dia, antes das principais refeições (almoço e jantar) numa quantidade de 0,5g ou ½ dente de alho médio em 30ml de água.

Por ser um alimento eficiente na prevenção de diversas doenças e no tratamento contra algumas bactérias, o cozimento do alho não deve ultrapassar 20 minutos para que não haja a perda de nutrientes. Recomenda-se a consulta de um nutricionista para analisar a sua situação atual e passar a melhor dieta utilizando o alho.

Leia também:

https://grupomargoalimentos.com.br/milho-de-pipoca-500g-alcondi-alimentos/